Dicas de Segurança para o período Natalino

A Guarda Civil em conjunto com a Polícia Militar e a Polícia Civil intensificaram o policiamento nos principais corredores de comércio em contagem, com o objetivo de garantir maior segurança nas áreas comerciais em todo o período natalino. O reforço no patrulhamento preventivo, à pé e motorizado, está sendo realizado em dias, locais e horários de maior movimentação do comércio, para garantir que suas compras sejam feitas com maior segurança.

Dessa maneira é muito importante que os comerciantes e transeuntes fiquem alerta as dicas de segurança:

Carteiras, bolsas e sacolas devem ser carregadas sempre à frente do corpo;

Evite ficar com as duas mãos ocupadas;

Tenha dinheiro separado para pequenas despesas;

Fique atento com sua carteira, nunca a retire em público, más se fizer use seu corpo como obstáculo visual;

Evite as aglomerações de pessoas, antecipando suas compras em dias e horários de menor movimento;

Fique atento com esbarrões, eles podem ser provocados para te distrair e te roubar;

Ao sair de casa identifique as crianças;

Não perca as crianças de vista;

Em coletivos, evite usar celular se estiver sentado próximo à janela e com o vidro aberto.

Evite deixar o celular no bolso traseiro da sua vestimenta.

Para a sua segurança, atravesse sempre nas faixas de pedestre e ande sempre pelas calçadas.

Em estabelecimentos comerciais, jamais deixe o celular sobre a mesa ou balcão.

E os lojistas: Nunca deixe dinheiro nos caixas, restrinja somente a quantia que for necessária;

Evite deixar no comércio apenas um funcionário, enquanto um cidadão infrator desvia sua atenção, o outro furta mercadorias e dinheiro.

Ligue sempre 153 Guarda Civil e 190 Polícia Militar para registro de ocorrências.

Dicas de Segurança para o período natalino

*Assessoria de Comunicação da Secretaria de Defesa Social e Guarda Civil de Contagem (ASCOM)

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
04 de dezembro de 2017

Guarda Civil lança Operação Natalina em Contagem

Ação é uma parceria com a Polícia Militar e outras Forças de Segurança.

Para aumentar a segurança da população e de comerciantes no período das compras de fim de ano, a Guarda Civil de Contagem lança nesta quinta-feira (30) a Operação Natalina, em conjunto com as polícias Militar, Civil, Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (Transcon) e Fiscalização de Posturas. O lançamento será às 15h na praça Iria Diniz.

O diferencial neste ano será a integração das Forças de Segurança, que contarão com uma equipe itinerante percorrendo os centros comerciais em todas as regionais da cidade. Além do policiamento efetivo diário em Contagem, a Operação Natalina terá o reforço de 300 policiais militares. A Polícia Civil também reforçará suas unidades e o monitoramento de pessoas suspeitas para coibir furtos e roubos.

A Guarda Civil de Contagem vai participar com 40 agentes e 14 viaturas, além do videomonitoramento com drone. A Fiscalização de Posturas vai inibir o comércio irregular nas vias públicas e a Transcon atuará para evitar estacionamento proibido e organizar o fluxo de trânsito de veículos e pedestres.

Fonte: Prefeitura de Contagem: http://www.contagem.mg.gov.br/?materia=414702

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
30 de novembro de 2017
 

Guarda Civil trabalha respeito e disciplina nas escolas

Projeto Hora Cívica leva informações sobre cidadania aos alunos contagenses.

Mais respeito ao próximo, aos símbolos nacionais, o zelo com o patrimônio público e a conscientização dos alunos são trabalhados no Projeto Hora Cívica na Escola, desenvolvido pela Guarda Civil de Contagem. O projeto piloto foi iniciado em setembro deste ano, após o desfile cívico de 7 de setembro, na Escola Municipal Professora Maria Olintha. Cerca de 50 alunos do Ensino Fundamental participam das atividades sobre a postura diante do Hino Nacional e a importância de respeitá-lo como um símbolo da pátria e a valorização do país, além de palestras educativas ministradas pela própria Guarda.

Segundo o secretário Municipal de Defesa Social, Décio Camargos, a ideia do projeto surgiu da necessidade de um trabalho junto da comunidade escolar para, além de aumentar a sensação de segurança, incentivar a promoção da cidadania. “A Guarda exerce seu papel cidadão e comunitário.  Nossa intenção é, em breve, ampliar o projeto para as escolas interessadas, assim como a Patrulha Escolar para toda a cidade”, afirmou.

O guarda civil Leonardo Gonçalves Batista que sempre trabalhou na Patrulha Escolar conta que adotou a escola Maria Olintha para iniciar o projeto Hora Cívica na Escola. Uma vez por semana, após o momento cívico, ele trabalha com os alunos participantes temas como ato infracional e suas consequências, dano ao patrimônio público, cuidados com a escola, combate às drogas, Estatuto da Criança e do Adolescente, entre outros. “Esta é uma forma de resgatar os valores cívicos, incentivar o amor à pátria, e fazer com que os alunos se tornem cidadãos conscientes do seu papel na sociedade”, disse.

  Para o vice-diretor da escola Maria Olintha, Ronan Gomes, a presença da Guarda Civil na escola aumenta a sensação de segurança de todos que frequentam o local, além de inibir alguns comportamentos pontuais críticos dos próprios alunos. “O projeto casou a questão da segurança com a valorização do patrimônio público e da hora cívica. Estamos  satisfeitos, as portas da escola estão sempre abertas e queremos a proximidade com a Guarda”, disse.

A aluna do nono ano, Verônica Oliveira da Silva conta que não fazia ideia de que Contagem tinha um  hino. “Aprendi no projeto o hino da nossa cidade e achei superimportante, pois conta bastante da história e cultura da cidade. Fiquei orgulhosa em aprender”, disse.

Já o aluno do oitavo ano, Igor Bruno disse que após as palestras, parece que o comportamento de alguns colegas melhorou. “Já tivemos questões de desrespeito com os professores e com os próprios colegas. Acho que as pessoas estão refletindo melhor com a presença da Guarda aqui”, disse.

Fonte: Prefeitura de Contagem – http://www.contagem.mg.gov.br/?materia=797257

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
16 de novembro de 2017

Novos Guardas Civis iniciam preparação para atuar nas ruas

Os setenta agentes convocados estarão aptos ao trabalho após o final do curso preparatório.

O curso de formação para os novos Guardas Civis de Contagem foi iniciado nesta segunda-feira (6), no Centro Cultural. A aula magna foi ministrada pelo juiz diretor do Foro de Contagem, Marcos Antônio Ferreira, sobre a importância da Administração Pública, dos serviços essenciais à população como a Segurança Pública e o papel das Forças de Segurança. A duração do curso vai até junho do próximo ano, quando será a formatura dos novos guardas.

O curso será ministrado por servidores efetivos da Guarda Civil.  Todo o conteúdo e a grade curricular obedece aos padrões exigidos pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Os novos guardas serão divididos em duas turmas e o curso será nas instalações da Faculdade Única que ofereceu o espaço como parceira da Guarda Civil.

O procurador-geral do município, Afonso José de Andrade, deu as boas-vindas aos novos guardas reforçou a importância da instituição. “Que os senhores tenham em mente que o nosso patrimônio público e a nossa população está muito mais segura com a presença da Guarda integrada às Forças de Segurança do Estado, por meio de uma atuação firme, pronta e consciente no nosso município. É por esse motivo que o prefeito preocupado com a carreira dos guardas, melhorará o plano de carreira e cargos da instituição. A Segurança é um serviço essencial para a população”, disse.

O secretário Municipal de Defesa Social, Décio Camargos, deixou uma palavra de incentivo para os aspirantes. “Acredito que todos sairão daqui bem diferentes de como entraram por essas portas hoje de manhã, quando fizeram o concurso não tinham a dimensão da importância e do peso de vestir essa farda azul. Pretendemos fazer desse o melhor curso que a Guarda Civil já teve, que seja referência para todo o Estado. Todos, sem dúvida, entraram como cidadãos e sairão como soldados prontos a servir a nossa cidade”, destacou.

Segundo o comandante da Guarda Civil, Levi Sampaio, a instituição é a primeira do Estado a fazer um curso de formação 100% executado pela própria corporação em seu Centro de Formação, isso devido à autorização e credenciamento feito pela Polícia Federal. “Esse é um momento histórico que a Guarda está vivendo. Espero que todos saibam dar valor ao envergar esse uniforme azul marinho, ao qual todos nós que pertencemos a esta instituição temos a honra de vestir. Ser guarda municipal não é somente uma razão de ser, tem que ter vocação para poder servir o cidadão de bem. E aqui, em Contagem, nós temos uma Guarda Civil referência no estado e também no país, fruto do trabalho de homens e mulheres que se dedicam todos os dias”. Afirmou.

Reforço na Segurança

A convocação de novos agentes faz parte de um amplo projeto de reestruturação e reaparelhamento da Guarda Civil que a prefeitura pretende implantar nos próximos anos. Conforme edital 02/2015, o concurso foi feito para o preenchimento de apenas 20 vagas. Contudo, após estudo de viabilidade financeira, foi possível convocar 70 guardas, mais que o triplo do previsto anteriormente.

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
07 de novembro de 2017

Congresso busca padronização das Guardas Civis do Estado

Troca de experiências e mais conhecimento sobre segurança pública foram temas dos debates.

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Defesa Social, promoveu na quinta-feira (19), no auditório da Faculdade UNA, o 1º Congresso dos Grupamentos Especializados das Guardas Civis. O objetivo do congresso foi o de integrar as forças de segurança pública na busca de mais conhecimento, troca de informações e padronização das ações dos grupamentos.

Estiveram presentes grupamentos de diversas cidades mineiras como Belo Horizonte, Betim, Nova Lima, Sabará, Santa Luzia, Barbacena e Itabirito, além de várias autoridades da área de segurança pública.

A Guarda Civil de Contagem conta com diversos grupamentos especializados como o policiamento preventivo, canil, patrulhamento escolar, grupamento ambiental e especializado, promovendo diversos tipos de operações e distúrbios, por isso ela é uma referência para outras corporações e pôde contribuir para promoção do congresso.

O secretário Municipal de Defesa Social, Décio Camargos, abriu o evento sinalizando que a Guarda Civil está sempre buscando alternativas que contribuam para o fortalecimento e aprimoramento de técnicas de policiamento comunitário e preventivo. “É muito bom ver a Guarda de Contagem sendo referência no Estado de Minas Gerais. Esse reconhecimento se deve  ao fato de várias guardas de outras cidades, por meio de parcerias, estarem passando por cursos em Contagem. A guarda está sempre em constante capacitação de seus agentes, na busca de melhores condições, tanto para seus profissionais, quanto para a  busca da melhor qualidade na segurança do cidadão”, Conclui Décio parabenizando o gerente Machado e o comandante Levi Sampaio pela iniciativa do evento.

 Nas palestras foram abordados temas sobre o processo de segurança municipal, o papel do primeiro interventor no contexto da Guarda Civil, a importância das operações policiais e seu modus operandi e o gerenciamento de crises. Em uma das palestras, integrantes dos famosos “boinas azuis”, Batalhão Suez, que serviu o exército Brasileiro entre 1957 a 1967 no Oriente Médio, lutando pelas Forças de Paz da ONU, relataram a experiência em combate e de terem vivido por 10 anos em um ambiente hostil com tensão a todo o momento e em condições precárias.

O comandante da Guarda Civil, Levi Sampaio, comentou sobre a padronização das ações das guardas civis. “As guardas precisam estar mais próximas para ocorrer à padronização de utilização de uniformes dos grupamentos, nomenclaturas, equipamentos de proteção individual, entre outras. Essa padronização é importante para se criar uma identidade institucional em Minas Gerais e por que não a nível Brasil, para que o cidadão se identifique, onde for, com as instituições das guardas civis”, conclui Sampaio.

Exposição equipamentos

Na sexta-feira (20), no Big Shopping, a Guarda Civil de Contagem promoveu a 116 ª  Exposição de Equipamentos da Instituição. Os estandes exibiram fardamento completo dos grupamentos ambiental, canil, especializadas, bike e o uniforme operacional tradicional. Mostrou também os equipamentos de proteção individual, algemas, coletes balísticos, escudos, rádios transmissores, bastão tonfa e espargidores de agentes químicos. Além de armamento de menor potencial ofensivo – Spark e taser, veículo aéreo não tripulado (Drone), capacetes anti-tumulto e antimotim, e armamento letal com a pistola .380 e a espingarda calibre 12.

 

A exposição foi aberta ao público, que pôde conhecer mais sobre a história da Guarda Civil, e os equipamentos de segurança usados na proteção do patrimônio público e do cidadão.

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
23 de Outubro de 2017

Guarda Civil comemora 12 anos e vários avanços em 2017

Além da nomeação de 70 novos agentes, comissão vai trabalhar na revisão do plano de carreira.

Implantação do patrulhamento escolar, execução de ações de combate à criminalidade e promoção de atividades comunitárias, reaparelhamento da tropa, com aquisição de viaturas, armas e outros equipamentos, nomeação de 70 novos integrantes e pontapé inicial para a criação do plano de cargos e salários. Esses foram os avanços atribuídos nesta terça-feira (10) à Guarda Civil de Contagem, na solenidade de comemoração dos 12 anos da corporação no Centro Integrado de Defesa Social.

Foi um café da manhã com apresentação da banda de música da Guarda e de estudantes do Projeto Pequenos Poetas, que levaram mensagens parabenizando quem está nas ruas para garantir a segurança da população. “Isso tem contribuído para aumentar a qualidade de vida do cidadão. Vamos investir na segurança, na valorização da corporação, com equipamentos e capacitação da Guarda Civil, auxiliando o Estado nesta área tão importante”, disse o vice-prefeito William Barreiro.

Ele destacou a criação da portaria nº24, de 29 de setembro de 2017, da Secretaria Municipal de Defesa Social, para composição da comissão de elaboração do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos da Guarda Civil de Contagem. Com os 70 agentes de segurança nomeados na semana passada, a corporação conta com 452. São 384 homens e 68 mulheres.

O secretário Municipal de Defesa Social, Décio Camargos, destacou a importância da revisão do plano de carreira. “Estamos em um processo de evolução, criamos a comissão responsável por essa melhoria na carreira, hierarquia e piso salarial. É importante oferecer estabilidade aos guardas, consolidando sua autonomia para evitar que sejam alvo de manobras políticas”, disse.

O comandante da Guarda Municipal, Levi Sampaio, apontou melhorias na corporação, como capacitação e expedição do porte de arma de fogo, construção do estande de tiro credenciado pela Polícia Federal, uso de cães em operações especiais, aquisição de espingardas calibre 12, 50 capacetes e 25 escudos antimotim, substituição e ampliação da frota de viaturas e a plotagem criada pela própria instituição, além da formação de 70 novos guardas nos próximos meses

    Histórico

Em 2005, o município  instituiu sua Guarda Civil, destinada à proteção de bens serviços e instalações. Em 8 de agosto de 2014 foi sancionada a Lei federal 13.022, que dispõe sobre normas gerais para as Guardas, definindo-as como instituições de caráter, civil e armada.

Regulamentou ainda o poder de polícia destas corporações, estabelecendo como princípios de atuação a preservação da vida, o patrulhamento preventivo, o uso progressivo da força, a garantia ao atendimento de ocorrências emergenciais e o encaminhamento ao delegado de polícia, diante de flagrante, o autor da infração.

Atualmente a Guarda Civil de Contagem esta integrada na Secretaria Municipal de Defesa Social como órgão de natureza permanente, dispondo de um efetivo de 452 integrantes contando com os novos guardas que foram nomeados, sendo 384 homens e 68 mulheres, prontamente, disponíveis para atender as necessidades da população e prezar pela conservação do patrimônio e logradouro público.

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
16 de Outubro de 2017

Novos guardas e mais infraestrutura para a segurança da cidade

Prefeitura nomeou 70 guardas civis, durante evento prefeito anunciou parceria para trazer bases móveis da PMMG para Contagem.

Contagem terá reforço na segurança pública. Mais 70 guardas civis, aprovados no último concurso, foram nomeados nesta quinta-feira (5). A convocação de novos agentes faz parte de um amplo projeto de reestruturação e reaparelhamento da Guarda Civil de Contagem que a prefeitura pretende implantar nos próximos anos.

A nomeação visa, ainda, fortalecer a corporação, para que esta atue com excelência em parceria com a Polícia Militar e demais forças de segurança, na busca pela redução da violência e proteção da população e do patrimônio público de Contagem.

Para parabenizá-los, o prefeito Alex de Freitas fez questão de recebê-los nesta sexta-feira (6), no auditório da prefeitura. “Eu recomendo que vocês se inspirem na própria corporação que passarão a pertencer, pois a Guarda Civil de Contagem é motivo de orgulho e referência para o país. Não foi possível nomeá-los antes, mas em tempo, resgatamos o compromisso assumido e, hoje, estamos muito felizes em dar a notícia a vocês”, disse o prefeito ao anunciar a nomeação dos aspirantes.

Conforme edital 02/2015, o concurso foi feito para o preenchimento de apenas 20 vagas. Contudo, após estudo de viabilidade financeira, foi possível convocar mais que o triplo do previsto anteriormente. De acordo com secretário municipal de Defesa Social, Décio Camargos, a decisão de ampliar o número é coerente com o tamanho e a necessidade do município. “O povo de Contagem clama por segurança e o prefeito tem noção clara da importância da corporação e da capacidade que ela tem de proporcionar ao contagense uma cidade melhor e mais tranquila”, ressaltou o secretário.

Importante defensor da causa, o deputado federal Laudivio Carvalho também esteve presente ao encontro e, assim como o prefeito, fez questão de deixar uma mensagem de boas-vindas. “Sonho foi feito para ser realizado, porém, se a gente sonhar e continuar a dormir, será sempre um sonho. A gente precisa sonhar, mas acordar e ir à luta. Não pode ser diferente. Hoje é um dia especial na vida de cada um de vocês. Tenho certeza que vocês irão dar muito orgulho à corporação”, parabenizou o deputado.

Os novos guardas civis terão até 30 dias para tomar posse, conforme determina a lei. Em seguida, eles passarão por um curso de formação com duração de seis a sete meses. Para o aspirante, Álvaro Patrício, 25 anos, a nomeação veio em “boa hora”. “Estávamos há mais de um ano esperando por essa notícia. Foi maravilhoso, alguns até soltaram fogos, porque nós sabemos que não é somente um serviço, não é somente um cargo, é a oportunidade que teremos de ajudar e proteger o cidadão”, destacou.

Os nomeados também foram comprimentados pelos representantes do legislativo municipal, vereadores Daniel Carvalho e Glória da Aposentadoria, pelo secretário-adjunto de Defesa Social,  Irani Alvear Saraiva e o comandante da Guarda Civil de Contagem, Levi Sampaio.

Mais ações para fortalecer a segurança

Considerando o momento econômico pelo qual passa o governo estadual, a Prefeitura de Contagem se prontificou a comprar bases móveis da Polícia Militar para que, assim como Belo Horizonte, tenha condições de melhorar os índices de segurança. De acordo com o prefeito Alex de Freitas, o projeto já está na Câmara Municipal para ser votado, aguardando apenas uma sinalização do Estado.

Além dessa informação, o prefeito anunciou que pretende implementar um plano de carreira específico para a Guarda Civil com o intuito de consolidar sua autonomia e evitar que seja alvo de manobras e perseguições políticas. “Se for preciso vamos sacrificar o orçamento porque cada centavo investido em segurança é uma vida que se ganha. Representa a tranquilidade do cidadão contagense e significa que estamos aplicando bem o recurso público”, destacou Alex de Freitas.

Fonte matéria: Comunicação Prefeitura de Contagem

http://contagem.mg.gov.br/?materia=921068

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
09 de Outubro de 2017

Guardas de Pedro Leopoldo prontos para atuarem nas ruas

Após período de estágio com a Guarda Civil de Contagem, agentes da cidade vizinha estão preparados para o combate à criminalidade.

A Secretaria Municipal de Defesa Social promoveu na segunda-feira (2), no Centro Integrado de Defesa Social, a formatura dos 27 Guardas Municipais da Cidade de Pedro Leopoldo que passavam por estágio teórico e prático, desde o último dia 11 de setembro, supervisionado pela Guarda Civil de Contagem. A parceria entre as prefeituras de Contagem e  de Pedro Leopoldo foi sacramentada com a assinatura de um termo de cooperação técnica.

O vice-prefeito, William Barreiro, presente ao evento, elogiou a iniciativa. “É de extrema importância e um orgulho para a Guarda Civil de Contagem ser referência no Estado de Minas Gerais. Hoje estamos formando 27 guardas municipais da cidade de Pedro Leopoldo, e não tenho dúvidas que eles saem daqui com maior capacitação, pois a nossa guarda é um exemplo de dedicação e comprometimento”, disse Barreiro.

  “Fiquei feliz quando o prefeito me ligou informando que a nossa Guarda Civil iria promover um curso de aperfeiçoamento para a Guarda de Pedro Leopoldo. O aprendizado é sempre recíproco. Quando a taxa de criminalidade das cidades vizinhas reduz há também um reflexo em Contagem, pois muitos marginais saem dessas cidades e de contagem para assaltar. Dessa forma, essa cooperação e interação no combate à criminalidade é muito boa e salutar, sabendo que é nosso dever buscar o estreitamento entre as secretarias de segurança da região metropolitana”, afirma o secretário de Defesa Social, Décio Camargos.

O prefeito de Pedro Leopoldo, Cristiano Marião,  disse que dá apoio a  toda iniciativa em prol do crescimento das guardas municipais. “Eu vejo a importância da Guarda Civil de Contagem, que é referência em nosso estado e, principalmente, na região metropolitana. Abrir espaço para outras guardas proporciona melhor segurança nas cidades como Pedro Leopoldo. O estágio leva mais conhecimento e capacitação técnica em abordagens e procedimentos operacionais, proporcionando maior segurança para a população e também para os próprios guardas”, ressaltou o prefeito.

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
04 de Outubro de 2017

Defesa Social realiza 5º edição do Café com Inteligência

Evento contou com a participação de vários órgãos de segurança pública.

A Secretaria Municipal de Defesa Social, por meio da Guarda Civil de Contagem (Diretoria de Inteligência), promoveu na sexta feira (29) a 5º edição do “Café com Inteligência”. O evento aconteceu no auditório da PUC Minas/Contagem, no qual proporcionou a integração das agências de inteligência dos órgãos de Segurança Pública em nível municipal, estadual e federal, tendo como resultado final a troca de conhecimento, informações e ações no contexto de inteligência no âmbito da Defesa Social.

De acordo com o diretor de Inteligência da Guarda Civil, Jefferson de Barros França, o encontro já virou tradição. “Poder reunir as agências de inteligência para estreitar relacionamentos, fazer novas amizades, e ampliar nossa rede de contatos. Com certeza, esse momento será lembrado, uma vez que conhecimentos foram compartilhados e agregados entre os diversos profissionais de Inteligência aqui presentes. Como rege a Doutrina Nacional de Inteligência de Segurança Pública: É de fundamental importância a integração dos órgãos públicos, dos setores de inteligência de Estado e de Segurança Pública”, conclui França.

Conforme a Doutrina Nacional de Inteligência de Segurança Pública/2016 (DNISP), a atividade de Inteligência de Segurança Pública (ISP) é o exercício permanente e sistemático de ações especializadas para identificar, avaliar e acompanhar ameaças reais ou potenciais na esfera de segurança pública. Elas são basicamente orientadas para produção e salvaguarda de conhecimentos necessários para subsidiar os tomadores de decisão, para o planejamento e execução de uma política de segurança pública e das ações para prever, prevenir, neutralizar e reprimir atos criminosos de qualquer natureza que atentem à ordem pública.

O secretário de Defesa Social, Décio Camargos, expôs aos convidados, os propósitos do evento que são unir, criar interface, fazer a integração da rede de segurança pública e forças privadas de segurança. “A busca das soluções operacionais exige um diálogo cada vez mais intenso, respeitando, é claro, as atribuições de cada um, mas dentro desse conceito filosófico que exige que nos tornemos mente, olhos, mãos, pés, e coração do corpo da segurança pública, e que este embrião nasça aqui, hoje e agora”, afirma Camargos.

Participaram do café, representantes do Exército Brasileiro, Força Área Brasileira, Agência Brasileira de Inteligência, Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiro Militar, Coordenadoria de Integração das Inteligências de Segurança Pública, Sistema Prisional, Sistema Socioeducativo, Guardas Civis da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), PUC/Contagem e representante de empresas privadas.

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
03 de Outubro de 2017

Guardas de Pedro Leopoldo continuam estágio nas ruas

Ação faz parte do curso de capacitação promovido pela Secretaria de Defesa Social.

Nas ruas desde a última semana, a Guarda Municipal de Pedro Leopoldo, 27 profissionais que estão passando por curso de capacitação na Secretaria de Defesa Social, participa de ações nas ruas do centro comercial do Eldorado. Além disso, eles percorrerão também os principais corredores comerciais, praças, parques, escolas e equipamento da saúde. Essa ação faz parte das aulas práticas que estão sendo ministradas pela Guarda Civil de Contagem (GCC), aliando a teoria adquirida em sala de aula.

De acordo com o comandante da Guarda Civil de Contagem, Levi Sampaio, o planejamento da operação faz parte do processo do estágio. “Os Guardas irão fazer o patrulhamento a pé nas proximidades de centros comerciais, além de estar usando todos os equipamentos de segurança. A missão é passar uma maior sensação de segurança e observar o quanto a população fica satisfeita de ver a presença do agente de segurança nas ruas”, afirma Sampaio.

   “Para nós de Pedro Leopoldo é uma experiência nova, pois não tínhamos essa atividade da forma como está sendo executada aqui, no nosso município. Então, para nós, será um conhecimento a mais que vamos levar e adaptar em Pedro Leopoldo”, ressalta Girlane dos Santos, comandante da Guarda de Pedro Leopoldo.

A lojista Lucimar Oliveira descreve que a presença dos agentes nas ruas, inibi a aproximação de bandidos. “Nós precisamos ter mais guardas na rua, mas também tem que se prender o bandido e deixar ele preso, pois não adianta a segurança pública fazer seu papel sendo que depois a justiça acaba soltando eles”, relata Oliveira.

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
29 de Setembro de 2017

Exército capacita forças de segurança na Serra da Piedade

Agente da Guarda Civil de Contagem foi um dos 64 participantes que conseguiram concluir o curso.

Entre os dias 11 e 18 de setembro, na Serra da Piedade, 74 integrantes das forças de segurança auxiliar e pública, participaram do Estágio Básico do Combatente de Montanha, promovido pelo Exército Brasileiro. A Guarda Civil de Contagem foi contemplada com a participação de um guarda no curso.  Jeferson Denis Esteves foi o escolhido, chegando a 20 profissionais da corporação que concluíram o curso.

O curso de montanha foi introduzido anos após a participação do Brasil na 2ª Guerra Mundial, quando auxiliou os Estados Unidos na região da Itália, tendo logrado êxito nas conquistas das montanhas de Montese e Monte Castelo. O primeiro estágio iniciou em 1972 no 11º Batalhão de Infantaria em São João Del Rey.  Em 1988 o curso transferiu para o 12º Batalhão de Infantaria em Belo horizonte, onde por sua vez, o Exército Brasileiro ministra o estágio para as demais forças auxiliares de segurança, marinha e aeronáutica, a para as forças de segurança pública, polícia rodoviária federal, polícia militar, bombeiros e guardas civis.

 “O estágio de montanha é um curso extremamente difícil e de muita ralação. Ele acontece na Serra da Piedade, em um ambiente que o aluno encontra muita umidade, e ao mesmo tempo frio durante a noite e calor durante o dia. O estagiário é avaliado em rota de 3º, 4º e 5º grau, podendo transpor vias equipadas e promover marchas em ambientes operacionais de montanha, o qualificando para atuar nesse tipo de terreno”, disse o Sargento Amâncio do Exército Brasileiro, que ministrou o curso.

Segundo o comandante da Guarda Civil, Levi Sampaio, é um orgulho para Instituição saber que dentre aqueles que concluíram o Estágio Básico do Combatente de Montanha, está o nosso Guarda Civil Denis. “Sem dúvida, as experiências e vivências de novas técnicas, irão somar cada vez mais no desenvolvimento do nosso trabalho, além do estreitamento das relações entre a Guarda Civil de Contagem e o Exército Brasileiro”, declara Sampaio.

Por ser um curso muito complexo que exige muito do condicionamento físico, psicológico e de técnicas, dos 74 participantes do estágio, apenas 64 concluíram o curso.

Crédito fotos: Talita Rocha
Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
26 de Setembro de 2017

Guardas civis de Pedro Leopoldo vão às ruas para treinamento prático

Agentes do município vizinho estão passando por estágio com a Guara Civil de Contagem.

A Guarda Civil de Pedro Leopoldo reforça o patrulhamento na cidade a partir dessa sexta-feira (22). No estágio da corporação com a Guarda Civil de Contagem foi iniciada a parte prática e deve durar até a próxima semana. Enquanto isso, os guardas participam das ocorrências atendidas e colocam em campo a parte teórica.

Ao todo, 27 guardas de Pedro Leopoldo passam por treinamento com o efetivo contagense durante 15 dias. Por ser referência na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a Guarda Civil de Contagem (GCC) foi a escolhida pelo município vizinho para capacitar sua força de segurança.

Segundo o comandante da GCC, Levi Sampaio, como existe o termo de cooperação entre os dois municípios há também a prerrogativa legal para a Guarda Civil de Pedro Leopoldo atuar como agente de segurança em Contagem. “A parte prática envolve o patrulhamento preventivo, abordagem, segurança externa, e outras funções que os guardas não exerciam no município vizinho. Estamos orgulhosos em colaborar para o fortalecimento e crescimento da guarda civil no estado”, disse.

 O agente de Pedro Leopoldo, Eduardo Roberto, conta que desde seu ingresso na corporação não passou por uma reciclagem e o curso em Contagem é um referencial para várias cidades vizinhas. “Estou aproveitando ao máximo esse treinamento e muito satisfeito com a estrutura daqui, a experiência e ordem da instituição e impressionado como a guarda atua dentro da comunidade, dando prioridade para os cidadãos e a convivência harmoniosa”, afirmou.

Fonte matéria: Prefeitura de Contagem. http://www.contagem.mg.gov.br/?materia=536980

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
25 de Setembro de 2017

Guarda Civil, profissão que vai além da proteção do patrimônio público

 

A Guarda Civil de Contagem completará em outubro deste ano, 12 anos de história, dedicados ao policiamento preventivo nos logradouros do município e a proteção do seu bem maior, o patrimônio público e a população contagense.

Após a aprovação da lei 13.022 de 8 de agosto de 2014, que regula sobre o Estatuto Nacional das Guardas Municipais, as guardas de todo o Brasil assumiram mais uma responsabilidade que está prescrito no artigo 144º da constituição em seu parágrafo 8º. Nele menciona que os municípios poderão criar Guardas Municipais para cuidar do patrimônio público municipal. A lei federal define o papel das Guardas Municipais como Polícia Municipal, pois abrange a responsabilidade das guardas de não somente cuidar do patrimônio público, mas também, realizar, dentro dos princípios mínimos de atuação, o patrulhamento preventivo, uso progressivo da força, preservação da vida, redução do sofrimento e diminuição das perdas.

Dentre suas competências, a Guarda Civil deve zelar pelos bens, equipamentos e prédios públicos do Município, prevenir e inibir, pela presença e vigilância, bem como coibir, infrações penais ou administrativas e atos infracionais que atentem contra os bens, serviços e instalações municipais. Além de atuar, preventiva e permanentemente, no território do Município, para a proteção sistêmica da população.

De acordo com o Secretário de Defesa Social, Décio Camargos, a Guarda Civil é o bem maior de proteção do contagense. “A Guara Civil vem consolidando o formato de policiamento preventivo, possui dezenas de viaturas e motocicletas que atendem todas as regiões da cidade, além de bicicletas e o canil que ajudam no policiamento. A banda de música leva a musicalidade e as apresentações do teatro de fantoches e do canil da guarda são um diferencial da cultura gratuita a todos”, conclui Camargos.

O Comandante da Guarda Civil de Contagem, Levi Sampaio, lembrou a importância do trabalho dos Guardas Civis que tem sido fundamental para o crescimento e fortalecimento da instituição. “Estamos comemorando 12 anos de muito trabalho e sacrifício. Em um cenário recente de muitos avanços e conquistas. O prefeito reconhece sua polícia e valoriza o poder que ela tem para desenvolver seu trabalho de forma integrada, para proporcionar uma vida melhor para os cidadãos de Contagem”, conclui Sampaio.

Guarda Civil de Contagem, Patrulheiro, Protetor e Amigo, ligue 153.

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
22 de Setembro de 2017