Guarda Civil trabalha respeito e disciplina nas escolas

Projeto Hora Cívica leva informações sobre cidadania aos alunos contagenses.

Mais respeito ao próximo, aos símbolos nacionais, o zelo com o patrimônio público e a conscientização dos alunos são trabalhados no Projeto Hora Cívica na Escola, desenvolvido pela Guarda Civil de Contagem. O projeto piloto foi iniciado em setembro deste ano, após o desfile cívico de 7 de setembro, na Escola Municipal Professora Maria Olintha. Cerca de 50 alunos do Ensino Fundamental participam das atividades sobre a postura diante do Hino Nacional e a importância de respeitá-lo como um símbolo da pátria e a valorização do país, além de palestras educativas ministradas pela própria Guarda.

Segundo o secretário Municipal de Defesa Social, Décio Camargos, a ideia do projeto surgiu da necessidade de um trabalho junto da comunidade escolar para, além de aumentar a sensação de segurança, incentivar a promoção da cidadania. “A Guarda exerce seu papel cidadão e comunitário.  Nossa intenção é, em breve, ampliar o projeto para as escolas interessadas, assim como a Patrulha Escolar para toda a cidade”, afirmou.

O guarda civil Leonardo Gonçalves Batista que sempre trabalhou na Patrulha Escolar conta que adotou a escola Maria Olintha para iniciar o projeto Hora Cívica na Escola. Uma vez por semana, após o momento cívico, ele trabalha com os alunos participantes temas como ato infracional e suas consequências, dano ao patrimônio público, cuidados com a escola, combate às drogas, Estatuto da Criança e do Adolescente, entre outros. “Esta é uma forma de resgatar os valores cívicos, incentivar o amor à pátria, e fazer com que os alunos se tornem cidadãos conscientes do seu papel na sociedade”, disse.

  Para o vice-diretor da escola Maria Olintha, Ronan Gomes, a presença da Guarda Civil na escola aumenta a sensação de segurança de todos que frequentam o local, além de inibir alguns comportamentos pontuais críticos dos próprios alunos. “O projeto casou a questão da segurança com a valorização do patrimônio público e da hora cívica. Estamos  satisfeitos, as portas da escola estão sempre abertas e queremos a proximidade com a Guarda”, disse.

A aluna do nono ano, Verônica Oliveira da Silva conta que não fazia ideia de que Contagem tinha um  hino. “Aprendi no projeto o hino da nossa cidade e achei superimportante, pois conta bastante da história e cultura da cidade. Fiquei orgulhosa em aprender”, disse.

Já o aluno do oitavo ano, Igor Bruno disse que após as palestras, parece que o comportamento de alguns colegas melhorou. “Já tivemos questões de desrespeito com os professores e com os próprios colegas. Acho que as pessoas estão refletindo melhor com a presença da Guarda aqui”, disse.

Fonte: Prefeitura de Contagem – http://www.contagem.mg.gov.br/?materia=797257

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
16 de novembro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =