Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Publicado por em jul 13, 2017 em Boletim Informativo, Campanhas, Eventos, Notícias | 0 comments

Operação “Linha Branca” visa coibir o uso de cerol

Guarda Civil promoveu ação em praças da região do Ressaca para combater o uso de linhas com artifícios ilegais.

A Secretaria Municipal de Defesa Social, por meio da Guarda Civil de Contagem, está fazendo a operação “Linha Branca”, com o objetivo de coibir o uso de cerol e linha chilena, ambos proibidos por lei. O uso da linha é ilegal e pode causar acidentes automobilísticos com danos físicos, psicológicos e até a perda de vidas.

O 3º Comando da Guarda Civil iniciou a operação visando coibir o uso das linhas, especialmente por causa do início do mês de férias, e que está acontecendo em toda cidade. De acordo com o gerente da Guarda de Contagem Emerson Lopes, já foram recolhidos diversas linhas com cerol caseiro e chilenas. “Estamos reforçando essa operação nas férias, tendo em vista a ilegalidade do produto para evitarmos danos materiais e a possível perda de vidas causada por ele”, conclui Lopes.

A Lei nº 14.349, de 15 de julho de 2002 decreta no seu artigo primeiro que fica proibido o uso de cerol ou de qualquer outro tipo de material cortante nas linhas de pipas, papagaios, pandorgas e de semelhantes artefatos lúdicos, para recreação ou com finalidade publicitária, em todo o território do Estado de Minas Gerais. A multa para quem descumprir essa determinação é fixada no valor de R$100,00 por conjunto de material apreendido, até o limite máximo de R$1.500,00.

A primeira operação foi realizada na praça do Sol, em frente ao Shopping Contagem, e na praça do Divino, ambas na região do Ressaca. A Guarda Civil orientou os proprietários de pipas e papagaios sobre os riscos e as consequências que podem causar danos tanto para eles como para outras pessoas.

 De acordo com o Comandante Levi Sampaio, as operações preventivas e repressivas contra o uso de cerol serão intensificadas na cidade, buscando como foco pedagógico na conscientização dos riscos provocados pelos cerol. “É importante que este trabalho tenha continuidade durante todo ano nas salas de aula para conscientizar os alunos dos riscos e malefícios do uso do cerol”, afirma.

Guarda Civil de Contagem
Jornalista: Leonardo Moreira Rocha
13 de Julho de 2017